Relativismo cultural, valores universais e ciência

Pretendo tratar neste artigo sobre assuntos que vez ou outra são mencionados aqui nos posts do blog, só que desta vez de forma mais apro...

diversidade-cultural
Pretendo tratar neste artigo sobre assuntos que vez ou outra são mencionados aqui nos posts do blog, só que desta vez de forma mais aprofundada: o relativismo cultural, valores universais e ciência. Por conta do conceito de relativismo cultural, que é a moda acadêmica da vez, em casamento com a tendência pós-moderna de apatia e negação de conceitos e valores universais (representando isto a morte da ciência como tal) as sociedades ocidentais tendem a aceitar certas atitudes e práticas que normalmente condenariam, em nome do respeito às diferenças culturais. Eu pretendo argumentar que a ciência é capaz de julgar valores universais de certo e errado, baseado nos Direitos Humanos, sem ferir ou desrespeitar a diversidade cultural.
O conceito de relativismo nasceu no início do século XX e se propagou no seio da Antropologia Cultural nas décadas seguintes, apregoado primeiramente por Franz Boas e depois disseminado por seus alunos. De maneira geral, defende que valores como "bem” ou “mal”, “certo” ou “errado”, entre outros, devam ser compreendidos somente dentro daquele determinado grupo estudado. Ou seja, podemos não concordar com eles, mas devemos entender que cada grupo social possui a sua própria noção de certo ou errado, que que a nossa não é melhor só porque é a nossa. Esta postura voltou à tona nos últimos anos com a ascensão do paradigma pós-moderno na Academia, que apregoa a fragmentação do conhecimento, a negação de explicações universais, proporcionando um casamento perfeito com o chamado multiculturalismo.
franz_boas
Mas será que realmente não existem valores universais? Será que devemos conceber como normais e aceitáveis práticas como enterrar viva uma criança porque por um acaso esta nasceu do sexo feminino? Ou que jovens tenham seus seios queimados pelas mães, como foi denunciado aqui neste blog? Ou ainda, que uma jovem vítima de estupro seja morta pelos próprios pais por vergonha? Que tenham seus clitóris mutilados? Repito, será que não existe uma noção universal de certo ou errado?
Sam Harris, filósofo estadunidense, afirma que sim. Para ele, ao contrário do que muitos afirmam, a ciência deve examinar questões morais como bem ou mal, certo ou errado, porque a ciência lida com fatos, e valores morais são “fatos sobre bem estar de criaturas conscientes”, portanto, passíveis de análise por ciências tais como a psicologia ou a neurociência. Ele cita um exemplo que acontece nos Estados Unidos. Naquele país, em 21 Estados é permitido a punição física do professor nos alunos. A seguir, ele pergunta: “É uma boa idéia, generalizando, submeter crianças à dor, violência e humilhação públicas como forma de encorajar um desenvolvimento emocional saudável e bom comportamento? Existe a menor dúvida que esta questão possui uma resposta, e que ela é importante?”
Poderiam chamá-lo de “etnocentrista” ou “imperialista cultural”, acusações comuns dos relativistas. Mas Harris, primeiro, como ficou claro no exemplo acima, afirma que a sua própria civilização ocidental não é exemplo de sucesso cultural, defendendo um meio-termo entre a nossa sociedade e aquelas que praticam tais atos de barbaridade. Segundo, ele diz que podem existir caminhos equivalentes para diferentes sociedades alcançarem a prosperidade e o bem-estar, mas que isso não impede de que haja uma “moralidade objetiva”. Ou seja, o fato de existirem muitas formas de organizar as sociedades não significa que todas são moralmente aceitáveis.
Sam-Harris Sam Harris
Os mais espertos já devem ter notado que as maiores vítimas dos excessos e excentricidades da cultura são as mulheres. Os relativistas afirmam que muitas mulheres vestem a burca e a defendem publicamente, afirmando que a usam voluntariamente. Mas devemos tomar cuidado ao levar em conta o que dizem. Uma coisa é você querer usar um tipo de roupa e ter liberdade para isso; outra coisa é você saber que se não usar, será chicoteada ou será desfigurada com ácido no rosto como punição.
burka Mulheres com Burca. Atitude voluntária?

Eu respeito e admiro as culturas diferentes. Todas elas fazem parte da diversidade e do patrimônio cultural da humanidade. O problema é que as pessoas, de modo geral, desde o advento do relativismo cultural, passaram a pensar que respeitar as culturas diferentes é não emitir opiniões sobre aquilo que fere o bom-senso ou os Direitos Humanos, pois isso seria “enxergar o mundo com nossas lentes de preconceito cultural”. Esse tipo de postura nega de que possa haver uma moral humana universal que a ciência possa estudá-la e emitir sentenças sobre ela. Eu espero que tenha ficado claro neste post que minha visão é totalmente diferente. Para mim, existem certas práticas humanas que são condenáveis aqui, em Singapura, em Senegal, na França, na Groelândia, em qualquer lugar do mundo. E que condená-las não representa etnocentrismo ou imperialismo cultural. É um dever humanista.

Fontes

COMMENTS


Nome

ateísmo e religião ciência Filosofia história Sem Categoria Ufo arqueologia e Mistérios
false
ltr
item
Rama na Vimana: Relativismo cultural, valores universais e ciência
Relativismo cultural, valores universais e ciência
http://lh6.ggpht.com/_l0CCAmvM0FM/TULrAPNHKmI/AAAAAAAAAT4/VULyHFll9R0/diversidade-cultural_thumb%5B2%5D.jpg?imgmax=800
http://lh6.ggpht.com/_l0CCAmvM0FM/TULrAPNHKmI/AAAAAAAAAT4/VULyHFll9R0/s72-c/diversidade-cultural_thumb%5B2%5D.jpg?imgmax=800
Rama na Vimana
http://ramanavimana.blogspot.com/2011/01/relativismo-cultural-valores-universais.html
http://ramanavimana.blogspot.com/
http://ramanavimana.blogspot.com/
http://ramanavimana.blogspot.com/2011/01/relativismo-cultural-valores-universais.html
true
2052759484535425255
UTF-8
Nenhuma postagem encontrada VER TODAS Continue Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PARTE POSTS Ver todas VEJA TAMBÉM CATEGORIAS ARQUIVO BUSCA TODAS AS POSTAGENS Sua busca não gerou nenhuma postagem Voltar para o início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sabado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy