Ladeira do Amendoim: carros que desafiam a gravidade?

25 de março de 20120 comentários

amendoim Em Minas Gerais estão as duas únicas ruas brasileiras onde se põe em xeque as leis da Física: carros deixados desligados no meio da rua, em vez de descerem, sobem a ladeira, desafiando a gravidade. Várias explicações já foram propostas para o fenômeno, especialmente em São Tomé das Letras, conhecida por seu misticismo e por suas lendas. Mas talvez a explicação seja, como sempre, a mais simples. 

 

 

São Tomé das Letras é um lugar interessante. Situado no sul de Minas, desde a sua fundação está envolvida em lendas e mistérios. Lá foram encontrados no século XVIII caracteres rupestres representando animais e objetos abstratos de origem desconhecida. Os primeiros exploradores que visitaram a região, no entanto, em sua característica visão etnocêntrica, estabeleceram que as pinturas foram feitas por São Tomé, que teria visitado o Brasil em tempos remotos. Aliás, a Lenda de Sumé, que muitos atribuem ser o São Tomé da Igreja Católica, foi bastante difundida entre os indígenas brasileiros do passado e já foi mostrada aqui no Rama. A partir de então o povoado se tornou uma cidade, hoje conhecida, por conta das inscrições, como São Tomé das Letras.

A cidade é visitada por gente que acredita em misticismo e extraterrestres, por conta da frequente aparição de Óvnis na região. Um de seus mistérios mais conhecidos acontece na Ladeira do Amendoim, a rua inclinada que desafia a gravidade, onde carros deixados desligados sobem a ladeira em vez de descer.

 

 

 

Ladeira do Amendoim em São Tomé das Letras

 

Ladeira do Amendoim de Belo Horizonte

 

Teria alguma explicação lógica para este enigma?

 

Uma explicação lógica para este enigma

rua do amendoim bh Uma grande pista já podemos obter quando assistimos a muitos videos dos carros “subindo” a ladeira. Sempre que alguém empurra o carro vazio ladeira “abaixo” reclama que ele está mais pesado, o que seria normal se eles estivessem empurrando o carro ladeira acima. Também existe uma rua na capital de Minas Gerais, a Professor Otávio Magalhães (imagem à esquerda), conhecida como “Rua do Amendoim”, porque sua ladeira repete o mesmo fenômeno, conforme vimos no terceiro video acima. Em ambas as ruas, a explicação mais plausível é que tudo não passa de uma ilusão de ótica pelo cenário ao redor. As ladeiras vizinhas da rua de Belo Horizonte, mais inclinadas, criam a ilusão de que a rua é um aclive e não um declive. “O que parece subida na verdade é uma descida”, diz o engenheiro cartógrafo Plínio Temba, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para o site da revista Superinteressante.

De qualquer maneira, não dá pra discordar de que o fenômeno é muito curioso, e que por isso mesmo, atraia especulações das mais fantásticas.

Compartilhe esta postagem :

Postar um comentário

Seja bem vindo! Sinta-se à vontade para opinar, perguntar, concordar, discordar, criticar ou elogiar a postagem. Qualquer dúvida consulte nossos Termos de Uso
Dica: Para responder um comentário de outra pessoa, clique em "Resp.". Na janela que aparecer, não apague o código no espaço de comentário (parecido com: "@ NOME DA PESSOA"). Comece a sua resposta depois desse código.

 
Siga-nos: Facebook | Twitter | Google+
Copyright © 2010-2013. Rama na Vimana - Direitos Reservados | Licença Creative Commons |
Desenvolvido por Creating Website e customizado por Almir Ferreira
Proudly powered by Blogger
Pin It button on image hover